Cotações Cotrisal para 22/06/2018

Soja

Milho

Trigo (pH 78)

Notícias

23/05/2018 - 09:57
Diretor da Brasoja, Antônio Sartori, é otimista para o futuro do agronegócio brasileiro
Palestra promovida pela Cotrisal integrou a programação oficial da Feciatra 2018 em Ronda Alta

A construção de políticas públicas que fomentem investimentos em irrigação, logística e tecnologia, visando o aumento da produtividade do agronegócio foi o tema central da palestra ocorrida no sábado, 19 de maio, durante a Feciatra 2018, em Ronda Alta. A palestra, promovida pela Cotrisal foi proferida pelo diretor da Brasoja, Antônio Sartori, que tratou do cenário do agronegócio brasileiro.

Sartori iniciou a palestra destacando sua paixão pelo agro. “Sou apaixonado pelo agronegócio e por informação. O segredo do mundo dos negócios é a análise da informação”.

 “Devemos ser extremamente e drasticamente competentes. Não adianta ser mais ou menos, precisamos ser os melhores. Além disso, devemos ter disciplina em tudo o que fazemos, desde o momento em que acordamos pela manhã. Se você tiver disciplina, terá controle emocional. O que interessa na vida é ter perspectiva”, disse Sartori.

Sartori falou ainda que o preço dos produtos é decisão política e da importância de nos inserirmos nesse contexto e apontou que a população mundial aumentará nos próximos anos, acarretando maior consumo de alimentos e, consequentemente, a elevação dos preços em função dos estoques reduzidos. Diante deste cenário, o diretor da Brasoja exalta que o Brasil aparece como um grande abastecedor mundial por ter potencial farto de terras e água: “Precisamos de vontade política que permita o enfrentamento de gargalos como irrigação, tecnologia e logística. Temos grande precipitação de água no Rio Grande do Sul, mas não a armazenamos, o que é um desperdício para a agropecuária”, destacou.

Durante a apresentação, Sartori pontuou também que 2,4 bilhões de pessoas passam fome no mundo e apontou a biotecnologia como uma alternativa para aumentar a produtividade: “O agronegócio hoje está influenciado pela produção de energia, o que reduz produção alimentar, daí a necessidade de aumentá-la e não há como fazê-lo sem biotecnologia", esclareceu.

Cotrisal recepciona empresas do agronegócio – Antecedendo a palestra de Antônio Sartori, a Cotrisal ofereceu um jantar para diversas empresas do agronegócio que comercializam grãos: AMAGGI, BIANCHINI, BRASOJA, BSBIOS, BUNGE, CARGILL, CJ, COFCO, DREYFUS, ECTP, GAVILON e OLFAR.

 

 

Veja também