Cotações Cotrisal para 11/12/2018

Soja

Milho

Trigo (pH 78)

Notícias

11/10/2018 - 15:45
ALERTA DE FOCOS DE FERRUGEM ASIÁTICA EM SOJA VOLUNTÁRIA NA REGIÃO ASSISTIDA PELA COTRISAL!
O Departamento Técnico da Cotrisal, através dos técnicos, Jacson Tenedini e Fernando Signor, identificou a presença de soja voluntária (guaxa) com alta severidade de ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) em dois locais assistidos pela cooperativa.

O Departamento Técnico da Cotrisal, através dos técnicos, Jacson Tenedini e Fernando Signor, identificou a presença de soja voluntária (guaxa) com alta severidade de ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) em dois locais assistidos pela cooperativa. Em Rodeio Bonito, a soja com ferrugem foi encontrada na beira da estrada, já em estádio reprodutivo de desenvolvimento. No distrito de Barreirinho, pertencente à Sarandi, a presença de soja foi observada em uma lavoura onde se está colhendo canola nesse caso, a soja se encontre no se encontra no estádio vegetativo de desenvolvimento. O Consórcio Antiferrugem, organizado pela EMBRAPA já foi avisado destas ocorrências.

Segundo a coordenadora do campo experimental da Cotrisal, engenheira agrônoma Janine Pilau, além da presença da soja guaxa, outros fatores foram essenciais para que a doença fosse observada já neste momento. “As chuvas estão frequentes e associadas a temperaturas elevadas, permitiram que os folíolos de soja permaneçam molhados por mais tempo, dando condições do fungo se instalar e se desenvolver nas plantas”, ressalta a coordenadora.

A previsão de chuvas acima da média para os próximos meses acende o sinal de alerta para a chegada mais cedo da doença nas lavouras da região. É recomendado que o produtor atue de forma preventiva contra a doença. Dessa forma, a primeira aplicação de fungicida deve ser realizada antes do fechamento do dossel, permitindo que as folhas do baixeiro fiquem protegidas. Deve-se ainda monitorar a lavoura para identificação de qualquer sintoma precoce.

Para auxiliar no monitoramento da doença, foram instaladas no campo experimental da Cotrisal, áreas sentinelas, assim chamadas por não receberem aplicações de fungicida. Estas áreas foram sugeridas pela CCGL e têm o objetivo de monitorar a infecção e evolução da ferrugem na região, em três épocas de semeadura de soja, durante a safra 2018/2019.  Com isso, esperamos que o manejo do produtor assistido pela Cotrisal seja muito mais assertivo, em função da previsibilidade e das reais ocorrências de ferrugem na região.

Nossos técnicos estão atentos e preparados para auxiliar os produtores. Em caso de dúvida, procure o DETEC da Cotrisal que saberemos como ajudá-lo!

Veja também