Cotações Cotrisal para 14/10/2019

Soja

Milho

Trigo (pH 78)

Notícias

22/05/2019 - 09:04
Encontro de Jovens Cotrisal destaca Sucessão Familiar na Atividade Leiteira
No dia 26 de abril, a Cotrisal realizou o primeiro Encontro de Jovens com o tema: Sucessão Familiar na Atividade Leiteira, envolvendo a participação de mais de 400 pessoas, entre pais e filhos, que juntos participaram de uma manhã muito significativa.

Em suas palavras na abertura do evento, o presidente Walter Vontobel reafirmou o compromisso da cooperativa com o futuro e o sucesso dos seus associados. “Estamos muito felizes com presença de todos neste evento. Ao longo do ano surgem muitos encontros para produtores de leite, porém, a maioria deles se detém em temas técnicos como nutrição, reprodução, manejo e sanidade, o que, não deixa de ser extremamente importante para nos mantermos competitivos na atividade leiteira, mas este evento é especial. Ele vem para conversarmos sobre o maior patrimônio que temos em nossa vida: nossa família e especialmente nossos jovens que tanto sonhamos que sejam nossos sucessores”, destacou.

O Encontro dos Jovens contou com apresentação da primeira turma do Aprendiz do Campo, coordenada pela psicóloga Alexandra Salton Castoldi. A plateia pode conhecer um pouco mais sobre as atividades que o grupo vem desenvolvendo desde fevereiro, quando iniciou suas atividades.

Na sequência o zootecnista Frederico Trindade, mestre em Ciência Animal, de forma muito criativa e dinâmica apresentou sua palestra, trazendo dados significativos sobre a atividade. “De acordo com alguns dados da EMATER (2017), entre 2015 e 2017 cerca de 65 mil produtores deixaram de entregar leite para a indústria em nosso Estado, representando cerca de 22% a menos do número de produtores. Porém, em termos de volume de leite recolhido, isso representou apenas 2% a menos. Ou seja, o cenário que está se projetando é de menos propriedades produzindo leite, porém propriedades maiores e mais produtivas.  Este é o mercado da especialização que vem chegando em nosso país, a exemplo do que já ocorreu em outros países como Estados Unidos e Canadá,” avaliou Frederico ao destacar também que,  a falta de descendentes ou o desinteresse dos nossos descendentes pelas atividade,é indicado como a terceira maior dificuldade apontada pelos próprios produtores para produzir e comercializar leite em nosso Estado, e esse é um ponto crucial que traremos no nosso encontro de hoje.

Para Frederico, é necessário resgatar “o brilho no olho” do jovem, e construir um ambiente atrativo para que ele fique no campo, em especial a possibilidade de continuar os estudos, acesso à internet, melhoria de estradas, participação na tomada de decisão e principalmente ter renda. Além disso, pensar no lazer e na convivência social em comunidade, na sociedade e na cooperativa também é fundamental para a permanência no campo.

Ao finalizar, o zootecnista deixou um recado claro: para qualquer tomada de decisão a gestão é fundamental. Ela é o grande pilar para que a sucessão ocorra de forma natural. “Saber o custo por litro de leite produzido, custo com alimentação, lucratividade por pessoa envolvida, lucratividade por animal e por área é fundamental para todo esse processo. Afinal, trabalhamos porque gostamos, mas ter lucro também é fundamental”, finalizou.

Para complementar a explanação, a Cotrisal convidou duas famílias que já estão com o processo de sucessão rural em andamento, além de serem histórias de sucesso.

 

Família Mattei

Felipe Mattei, 23 anos, propriedade localizada na Linha Perau Alto, Sarandi. A propriedade pertence à família há mais de sete décadas. Quem começou a atividade rural foi Marcos Mattei, bisavô de Felipe.
“Atualmente seguimos as atividades eu, meu pai Luciano, sempre contando com os ensinamentos de meu avô Afonso, que ainda exerce a atividade rural até os dias de hoje. Atualmente estou dando continuidade as atividades rurais, seguindo os ensinamentos de meu pai e avô, que sempre me incentivaram desde de cedo a seguir a lida no campo. Me sinto completo exercendo essa linda profissão, onde todos dependemos dela no nosso dia a dia. Diariamente eu, meu pai e minha mãe Marines nos dividimos nas tarefas, as decisões sempre são tomadas em conjunto para que tenhamos o melhor êxito. Contamos com um rebanho formado de animais da raça Holandesa, Gir Leiteiro e Girolando. No inicio, tínhamos um número bem menor de animais, com o aumento do rebanho foi feito uma nova instalação para sanar as dificuldades, mas atualmente com um número ainda maior de animais planeja-se um novo projeto de instalação, com mais comodidade para trabalharmos. Após iniciarmos os trabalhos com a equipe técnica da Cotrisal, tivemos maior ganho e melhor condução da atividade leiteira. Contamos com ajuda especial do engenheiro agrônomo Marcelo Pinto e do técnico agrícola Paulo Rodrigo Santos, que não medem esforços em nos ajudar e demonstrar seus conhecimentos, os resultados estão sendo cada vez mais positivos com o aumento da produção”.

 

 

 

Família Zambiasi

Larissa Zambiasi, 21 anos, apresentou o case Agropecuária Zambiasi, localizada em Coqueiros do Sul. Iniciou sua apresentação explicando sobre a divisão de tarefas na propriedade e reforçando a necessidade dos filhos quebrarem paradigmas e ocupar suas posições frente ao negócio da família. Com o auxilio do seu companheiro nos afazeres da propriedade e ordenha, Larissa é responsável por toda a parte da reprodução, ordenha, pesquisa de mercado e compra dos insumos para propriedade.

Sua família é composta pelos pais, Dilamar e Marilin, e as irmãs Daniele e Gabriele. Larissa destacou a necessidade de elas ocuparem posições que são desafiadoras, pois na família não tem meninos. Citou o exemplo que ela aprendeu a dirigir trator com 12 anos e sua irmã Daniele, com 16 anos, que também é responsável por toda a organização da nutrição dos animais da propriedade.

Larissa destacou que o observam a aptidão e o desenvolvimento dos familiares para gostar ou não, de trabalhar na propriedade. A irmã Gabriela, por exemplo, é responsável por todos os afazeres doméstico da casa da família, pois prefere esse tipo de atividade.

Outro fator de destaque na apresentação foi a importância de crescerem juntos, cooperativa e associado. Larissa destacou que contam com a assistência técnica na nutrição dos animais desde maio de 2018 e na reprodução desde 2016 e fez uma análise sobre os resultados obtidos: diminui o custo do leite e aumentou a produção.

Por fim, destacou que sucessão familiar tem a ver com o sucesso da propriedade rural. “Nem tudo são flores, acontecem desentendimentos e divergência de ideias”, afirmou. “Meu pai tem uma frase que diz sempre e que vou levar para vida que é “a experiência vale mais que o diploma”, e eu concordo em partes, mas que agora cabe a nós encontrarmos o equilíbrio entre a experiência e a formação acadêmica, e que nós estamos fazendo isso e os resultados estão ai”, finalizou.

 

 

Sucessão Familiar

Sabemos que a sucessão é fundamental, mas para que ela ocorra de forma natural, temos que compreender essa nova geração. Geração totalmente tecnológica que antes mesmo de “engatinhar” já está mexendo no celular, que acredita que tudo funciona via “comando de voz”.

Precisamos resgatar “o brilho no olho” desse jovem, e construirmos um ambiente atrativo para que ele fique no campo, em especial a possibilidade de continuar os estudos, acesso à internet, melhoria de estradas, participação na tomada de decisão e principalmente ter renda. Além disso, pensar no lazer e na convivência social em comunidade, na sociedade e na cooperativa também é fundamental para a permanência no campo.

Vilmar Bonfanti, gerente da Unidade Agroindustrial da Cotrisal, agradeceu a presença de todos e destacou que a sucessão familiar no campo é um desafio e pode ser também uma grande oportunidade. “Desta forma, a Cotrisal está reafirmando seu papel neste grande desafio de se tornar uma ferramenta de auxílio para a instituição familiar, incentivando a abertura dos canais de diálogos entre as gerações e ainda mostrando para os seus associados a importância do preparo de um sucessor”, finalizou.

 

Veja também