Cotações Cotrisal para 14/07/2020

Soja

Milho

Trigo (pH 78)

Notícias

14/08/2015 - 08:38
Professora e pesquisadora da UPF realiza palestra para Detec
Dia 28 de julho, o Detec da Cotrisal promoveu uma palestra com a pesquisadora da Universidade de Passo Fundo, professora Doutora Carolina Deuner, o encontro realizado na sede em Sarandi reuniu a equipe técnica de todas as unidades da Cotrisal.

O coordenador do Detec, Márcio Witter deu às boas vindas a todos e em seguida a pesquisadora abordou o tema Nematoides em soja no Rio Grande do Sul: distribuição populacional, sintomas das lesões nas plantas e manejo.

Um problema crescente no estado, mas que afeita lavouras de todo o país é a presença de nematoides na cultura da soja. Nematoides são organismos que vivem no solo ou nas raízes das plantas e que causam danos nas lavouras.

A presença dos nematóides tem se intensificado nos últimos anos e, de acordo com a pesquisadora da UPF, Dra. Carolina Deuner, pode causar danos de média a severa intensidade nas lavouras afetas, sendo que na região o acometimento principal é na soja e no milho. “Fizemos um mapeamento em soja na região Norte em relação aos principais nematoides – de galhas, das lesões e de cisto. Percebemos que existe uma alta incidência nas amostras dos nematoides de lesão e de galhas. Entretanto, em relação ao Pratylenchus (lesões radiculares), formos surpreendidos com o levantamento populacional verificado”, explicou. Conforme a professora, muitas vezes o produtor não tem consciência de que o micro-organismo está instalado em sua área. “Quando o nematoide não causa sintoma na parte aérea da planta ou há uma população muito baixa no solo e na raiz, não há sintomas muito visíveis, o que contribui para a falta de manejo”. “Para manter estes organismos em populações baixas, dentro do nível de controle, são necessários procedimentos em conjunto como rotação de culturas, tratamento de sementes, utilização de cultivares tolerantes ou resistentes e utilização de produtos biológicos”, finalizou.

Veja também